Detalhes da Notícia

Um em cada cinco internautas brasileiros usa apps de paquera

Um em cada cinco internautas brasileiros usa apps de paquera

Data: 13/09/2017

De acordo com a pesquisa CONECTAÍ Express, um em cada cinco internautas brasileiros usa algum app de paquera, aqueles em que você conhece pessoas interessantes para entrar em um relacionamento monogâmico ou simplesmente para ter encontros casuais.

 

Entre os 20% dos brasileiros que afirmaram usar apps como esses em seus smartphones, o Tinder é o mais popular. A ferramenta é utilizada por 10% dos internautas que responderam à pesquisa online, e, logo em seguida, temos o Badoo, com 8% de penetração nesse público.

 

Outras opções como o Grindr, POF, Twoo, Happn e Par Perfeito seguem empatadas na terceira posição com 2% cada. Por outro lado, 80% dos entrevistados disseram que não utilizam esse tipo de aplicação em seus dispositivos. De acordo com os dados da CONECTAÍ Express, a maioria desse pessoal que não está procurando ninguém nessas plataformas é constituída por mulheres.

pesquisa apps de pegação

O Tinder está presente, sobretudo, entre os homens jovens, de 16 a 34 anos. O Badoo também é preferido pelos homens, mas, na questão idade, a maior penetração está na faixa etária de 55 anos ou mais.

Compartilhe essa notícia:

Mais Notícias

Os melhores gadgets para usar na faculdade ou escola

Os melhores gadgets para usar na faculdade ou escola

O fim do Carnaval marca o começo de um novo ano letivo, o que para muita gente significa a oportunidade ideal para dar início aos estudos com o pé direito. E se você é...
Você sabe quais são os apps que mais consomem bateria no seu Android?

Você sabe quais são os apps que mais consomem bateria no seu Android?

A Avast divulgou dados do seu Relatório de Tendências e Desempenho de Aplicativos para Android referente ao terceiro trimestre do último ano. O levantamento considerou ma...
Bitcoin volta a valer mais de US$ 11 mil

Bitcoin volta a valer mais de US$ 11 mil

O Bitcoin vem se recuperando lentamente após ser cotado em menos de US$ 6 mil no último dia 6, valor mais baixo desde novembro de 2013. Agora, a moeda volta a valer mais de US$...